Jovens guineenses engajam na criação dos próprios negócios

16/10/2018


Jovens empreendedores guineenses estão satisfeitos com a evolução de seus negócios e convidam a juventude guineense a sair das sombras para produzir


No dia em que se celebra o dia do empreendedorismo guineense, os 50 jovens beneficiários do financiamento de Banco Mundial, no projeto desafio GB reuniram-se, em Bissau, esta terça-feira (16), para falar das suas conquistas.

Mikael dos Santos, técnico informático, e Aurora Espirito Santo, de confissões de roupas e igualmente licenciada em contabilidades, falam dos seus projeto.

“Eu confeciono roupas e desenho ao mesmo tempo corto e costuro por conta própria. Já tenho, muitos benefícios e agora vivo mesmo das minhas criações”, testemunha Aurora.

“Eu sou técnico informático e tenho neste momento 3 pessoas no meu cyber que trabalham e pagam os seus estudos. Neste momento, graças ao nosso negócio queremos investir mais”, diz Mikael.

Carina dos Santos que descasca e vende arroz para deferentes clientes, diz que o público-alvo também são diabéticos e hipertensos.

“Eu descasco e vendo arroz para diferentes camadas sobretudo os doentes de diabete e supertensos. Neste momento tenho máquinas e transportes em ação para quem comprar o arroz transportamos até a sua casa”, explica.

O desafio GB do governo da Guiné-Bissau é um projeto financiado pelo Banco Mundial e já beneficiou 50 jovens pequenos empreendedores.

Nos últimos tempos os jovens guineenses estão a escolher o caminho de empreendedorismo muitos dos quias licenciados que não conseguiram emprego nas áreas de formação.

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos / Iasmine Fernandes / Rádio Sol Mansi